OCA VIRTUAL

Just another WordPress.com weblog

resenha de população e desenvolvimento econômico de Paul Singer parte I

leave a comment »

Para Paul Singer existe uma confusão entre crescimento  econômico e desenvolvimento econômico.A compreensão adequada entre o desenvolvimento  e a divisão internacional do trabalho mostra que nenhuma economia economia colonial irá desenvolver-se aprofundando sua atividade econômica “principal ” respondendo somente aos padrões do comércio capitalista mundial.O economista aponta como do descrevo acima os países com uma agricultura de monocultura voltada para a exportação.

O crescimento econômico para o economista encontra seu lugar principalmente fora da agricultura,pois essa reduz sua importância no PIB.A mudança estrutural resulta de uma elevação da renda per capita disponível.Em países em desenvolvimento a mudança estrutural não é resultado mas a condição para o desenvolvimento.Este processo reflete  uma transferência de atividades manufatureiras e de serviços do campo para a cidade.

para Singer quando um país que se desenvolve começa a romper a divisão internacional do trabalho,estabelecida no século.19 quando deu-se na Europa ocidental,EUA,Japão e que condenou as economias coloniais a se tornarem produtoras especializadas de alimentos e matérias primas para os países de revolução industrial não tardia.

Essa divisão internacional do trabalho,está fundamentada no monopólio comercial de algumas poucas nações.A revolução Industrial como se deu nessas nações ricas presupunha a não industrialização dos demais países.Esses países subdesenvolvidos era e em muitos casos ainda são reféns da economia metropolitana capitalista, que os anexava como suas colônias,apoderando-se de seus grandes mercados internos.

para o economista de orientação marxista ,um tema importante para reflexão é a interrelação entre crescimento populacional  com o desenvolvimento econômico. Atividades como planos de obras públicas de infraestrutura em longa escala e investimento na agricultura podem resultar em alta intensidade de trabalho.É verdade que o crescimento populacional implica necessariamente em um ônus para qualquer economia,ao menos porque os seres humanos não vêm ao mundo em um primeiro momento como produtores,mas sim como consumidores e somente mais tarde realizando atividades produtivas.

porém,o crescimento populacional pode ser um fator positivo uma fez que impulsiona um mercado consumidor interno já em expansão.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: